Publicação de artigos na Revista IBDFAM- Famílias e Sucessões
Normas de publicação
 
A Revista IBDFAM - Famílias e Sucessões publica apenas textos inéditos, que versem direta ou indiretamente sobre o Direito das Famílias e Sucessões. Os direitos autorais são cedidos para o IBDFAM, sendo vedado o seu encaminhamento simultâneo a outras revistas, exigindo-se do autor, já antes do início do processo de avaliação cega por pares, declaração do ineditismo e compromisso de exclusividade por prazo de 9 meses.
 
Os artigos destinados à publicação na Revista IBDFAM- Famílias e Sucessões devem ser entregues via e-mail, em arquivo anexo, formato Microsoft Word e padrão ABNT NBR 14724, encaminhados para o endereço publicacoes@ibdfam.org.br aos cuidados de Ronner Botelho Soares, com telefones de contato.
 
 A publicação dos artigos dependerá de parecer favorável do Conselho Editorial da Revista. Os autores serão comunicados da decisão. Os seguintes elementos devem constar dos originais:
 
1.      Título do trabalho;
2.      Nome do autor/coautor com referência em nota de rodapé com asteriscos, seguido de sua titulação, função e/ou instituição a que se vincula;
3.      Resumo contendo entre 100 e 250 palavras;
4.      Palavras-chave contendo entre 3 e 5 itens;
5.      Resumo bilíngue contendo entre 100 e 250 palavras (abstract);
6.      Palavras-chave bilíngue contendo entre 3 e 5 itens (keywords);
7.      Corpo de texto;
8.    Nota de rodapé numeradas;
8.      Referências bibliográficas.
 
Os textos devem ter no mínimo 10 e no máximo 15 páginas, em configuração de página A4, com margens de 2 cm e fonte Times New Roman ou Arial, tamanho 11, com alinhamento justificado.
 
O IBDFAM e o Conselho Editorial não assumem qualquer responsabilidade legal pelas ideias e informações externadas pelos autores em seus textos. Os autores são responsáveis cível e criminalmente pelos seus textos.
 
Procedimento de avaliação de artigos submetidos – Double Blind Peer Review
 
Todos os artigos passam por uma avaliação prévia realizada pela assessoria jurídica do IBDFAM, verificando sua adequação à linha editorial da Revista, bem como a adequação às normas de publicação. Os artigos aprovados nessa seleção prévia são remetidos a dois pareceristas anônimos para avaliação qualitativa de sua forma e conteúdo, de acordo com o processo conhecido como double blind peer review. Os pareceristas não conhecem a identidade do autor e vice-versa. Os textos das seções “Resenhas”, Decisões comentadas” e “Contribuição Estrangeira” estão isentos do processo blind review.
 
O prazo dos revisores para elaboração do parecer é de 15 dias. Recebido o parecer, este é imediatamente encaminhado (sem dados sobre a identidade do parecerista) ao autor do artigo, para que tome ciência. Se o revisor indicar a necessidade de aprimoramento do trabalho, o autor tem a prerrogativa de enviar, no prazo de 30 dias, uma nova versão com todas as edições e alterações realçadas em vermelho. O texto será então repassado ao mesmo revisor para nova análise.
 
Somente podem ser aceitos para publicação pelo Conselho Editorial artigos com parecer favorável de dois revisores. Caso um revisor seja favorável e outro desfavorável, o artigo será enviado a um terceiro revisor para desempate. Apenas decisão comentada, resenhas e contribuição estrangeira recebem convite para publicação. Os convites serão formulados exclusivamente pela Coordenação Científica da Revista.
 
Obs: Ao enviar o artigo, gentileza inserir o telefone e o endereço completo no corpo do e-mail.